O Cascas no “Observador”

Posted on Posted in Saladas

O Cascas também não passou despercebido ao Observador, aparecendo como um dos restaurantes preferidos para petiscar depois de um dia de praia.

Este reconhecimento é o resultado de todo um trabalho em Equipa que procura interiorizar de que nunca saberemos para onde vamos se não soubermos onde estivemos. A Equipa do Cascas passou por muito para chegar até aqui, quem nos viu e quem nos vê. Colaboradores, Parceiros e Fornecedores fazem com que a Praia da Conceição seja um lugar especial para os nossos amigos e clientes.

Agradecemos ao Observador e prometemos continuar a dar o nosso melhor para que continuem a confiar em nós.
Obrigado a todos os nossos clientes, parceiros e amigos que nos tem ajudado a crescer e a melhorar, o esforço compensa.
Desejamos uma excelente semana e de preferência com os pés na areia.

“Petiscar mais perto do mar do que no Cascas não é fácil, se bem que nos dias mais quentes a vista para o dito possa estar congestionada pelos chapéus-de-sol de quem veraneia na Praia da Conceição. Nesse caso, o melhor será prestar atenção à comida, que bem merece. A lista de petiscos é considerável, ao ponto de poder provocar graves indecisões na hora de fazer o pedido. Vai uma ajuda? As cascas de batata frita (1,20€) são essenciais para começar, nem que seja por daí advir o nome da casa. Os peixinhos da horta (3,80€) confirmam o talento da cozinha para as frituras. Para cortar o óleo, nada como uma saladinha de polvo (5,90€) — o diminutivo é responsabilidade da casa — e umas lapas à madeirense (8,90€). Se a carne fizer parte das exigências da mesa, invista-se no pica-pau (7,10€) e numa das variedades de pregos. Fome ninguém passa.”

Fonte: http://observador.pt/2016/07/30/barriga-cheia-pe-na-areia-assim-seja-15-sitios-para-petiscar-depois-da-praia/

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *